VILAR CHÃO – VIEIRA DO MINHO – HOMEGAGEM AO MAIS LONGEVO AUTARCA EM 50 ANOS DE DEMOCRACIA – Luís Gomes

Abril 24, 2024
348 Views

 

No dia 25 de Abril, pelas 16h30, na Freguesia de Vilar Chão, Vieira do Minho, vai ser prestada Homenagem póstuma a LUÍS FERNANDES GOMES (1935-2021), que presidiu à Junta de Freguesia local, durante 39 anos, de 1974 a 2013.

Por força da mal fadada lei da Agregação de Freguesias e da entrada em vigor da lei de limitação de mandatos, em 2013 deixou de poder candidatar-se para novo mandato, mas não deixou de participar na vida e atividade autárquica, assumindo, com notável e reconhecida exemplaridade, o lugar de representante do seu Partido na Assembleia da União de Freguesias de Anjos e Vilar Chão (2013-2021).

Na sequência do 25 de Abril, depois cumpridos dois anos como Presidente indigitado da Comissão Administrativa (1974-1976) e depois de um mandato por Eleição em Plenário de Cidadãos Eleitores (1977-1979), exerceu um mandato como eleito na Lista da APU – Aliança Povo Unido (1979-1982), três mandatos como independente, em Lista DIV-Democratas Independentes de Vilar Chão (1982-1993) e cinco mandatos em Lista do Partido Socialista (1993-2013).

A sua longa e variada vida e atividade política autárquica, a mais longa e variada de um autarca de Vieira do Minho, constitui, de facto, um caso de estudo, podendo ser retratado com um político sui generis, que fazia questão de dizer que tinha apenas a terceira classe, mas que sabia ler nas entrelinhas das narrativas e das movimentações que tecem a atividade política. Digamos que, não sendo um político erudito, era um político genuíno, que poderíamos qualificar com propriedade como um político castiço.

Tendo participado ativamente em cerca de duzentas sessões da Assembleia Municipal de Vieira do Minho, desde a inaugural, em 1976, até praticamente ao ano da morte, em 2021, é especialmente recordada uma intervenção que fez num momento quente de debate interpartidário e que permaneceu como uma espécie de mensagem ou de testamento político:

«Meus amigos: em democracia não há inimigos, apenas adversários. Temos posições e visões diferentes, mas lutamos todos pelo mesmo fim: o bem comum dos vieirenses».

É, aliás, esta a epígrafe escolhida para figurar no memorial que vai ser inaugurado, à porta da casa onde viveu, na tarde do dia 25 de Abril, que confessou ter sido o dia mais feliz da sua vida.

 

You may be interested

Começaram as Intervenções na Floresta em Valença  Operação “Condomínios da Aldeia”
Região
127 views
Região
127 views

Começaram as Intervenções na Floresta em Valença Operação “Condomínios da Aldeia”

Repórter - Maio 21, 2024

A Câmara Municipal de Valença deu início à operação denominada “Condomínios da Aldeia”, que vai promover uma grande intervenção florestal em 12…

Luís Soares partilha declaração de princípios da candidatura à distrital do PS Antero Barbosa destaca “experiência, competência e disponibilidade de Luís Soares”
Política
78 views
Política
78 views

Luís Soares partilha declaração de princípios da candidatura à distrital do PS Antero Barbosa destaca “experiência, competência e disponibilidade de Luís Soares”

Repórter - Maio 20, 2024

  Luís Soares vinca os princípios que o guiam assegurando que “A base de um projeto político são os princípios…

Oficina de Estética apresentada na escola de Medicina da Universidade do Minho
Social
262 views
Social
262 views

Oficina de Estética apresentada na escola de Medicina da Universidade do Minho

Repórter - Maio 16, 2024

  Decorreu ontem, na Escola de Medicina da Universidade do Minho, uma apresentação do Projeto Oficina de Estética. A referida…

Leave a Comment

Your email address will not be published.